Segue alguns sketches de uns personagens que estive desenvolvendo. Frequentar grupos de discussão sobre ilustração e ler todos os posts do Renato Alarcão ou do Hiro não nos fazem ilustrador. Existe uma distância monstruosa entre saber desenhar e ser um ilustrador. Monstruosa, mesmo. O lado romântico da ilustração não permeia o dia-a-dia. O ilustrador deve correr feito alguém que disputa os 100 metros rasos. é aí que começam as baixas. Muitos desistem por aí. Devemos refletir muito sobre o que estamos fazendo no momento, pesquisar referências e trabalhar duro, pois aquilo é um momento nosso, um pedaço nosso. Estive desenvolvendo umas idéias....Vamos correr?

5 comentários:

Bellajubellaisabella disse...

Corra, menino, corra e voe!
Voe alto, seu menino maluquinho.
Só não se esqueça de correr no seu ritmo, senão tudo perde o gosto.

Αγγελική disse...

Quando vamos ver esas ilustracoes fazer coisas valientes e vivir aventuras loucas?

absintoblues disse...

Essas palavras sua me enchem de alegria, esse amor pela descoberta e essa busca incansavel, acho que o barco nao esta a deriva mas um fortissimo vento do mar sopra a todo pulmao!
Tenho tanta saudades de voce, e tenho tanta coisa pra contar.

Um fortissimo abraco meu querido

EDDE WAGNER disse...

Lembra que te falei que o ilustrador, diferente do desenhista, põe no preço o ato de pensar? O nosso trabalho é intelectual, não tem jeito.
Uma dica é dar uma olhada nos comentários de minha última postagem. Coloquei um e-mail da Ana Maria Moura sobre uma ilustração que fiz pra um livro de Literatura.
Siga assim, falou?...

Alex Dias disse...

Muito loco seu estilo
e bem souto
Se importa se eu te adiciona?
vlww